PSA Mangualde ajudou a criar o cockpit do futuro para veículos comerciais

Jornal do Centro

NOV 2021

Empresa integrou o projeto Future Automotive Cockpit & Storage, que lançou novos produtos com vista à evolução para viaturas autónomas

A PSA Mangualde, do grupo Stellantis, integrou o projeto europeu Future Automotive Cockpit & Storage (FACS), que tinha como missão reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação na indústria automóvel.

Os resultados do projeto foram dados a conhecer recentemente em Oliveira de Azeméis por iniciativa da empresa Simoldes Plásticos, promotora do programa que visa desenvolver o cockpit do futuro para novos modelos de veículos comerciais ligeiros.
Em comunicado, a Stellantis explica que o projeto FACS tinha como objetivo “a conceção, o desenvolvimento e a demonstração de uma nova arquitetura e de novos módulos” para os veículos profissionais em modelo de furgão.

A iniciativa procurou assim “antecipar a tendência de evolução da indústria automóvel em direção aos veículos autónomos e as oportunidades que essa evolução gera ao nível dos interiores para veículos comerciais”.

“Estes desenvolvimentos irão permitir integrar no cockpit dos veículos profissionais funcionalidades centradas no utilizador e fortemente inovadoras, sustentáveis e diferenciadoras face a tudo o que atualmente existe no mercado mundial”, acrescenta o comunicado.
Colaboradores da fábrica de Mangualde integraram o projeto, tendo identificado “os impactos que a evolução do cockpit tem no processo de produção e na cadeia logística” e estudado “soluções de industrialização baseadas nos princípios da Indústria 4.0”. Já a Direção de Investigação e Engenharia Avançada do grupo dono das marcas automóveis Peugeot, Citroën, Opel e Fiat ficou responsável pela orientação técnica e da definição da engenharia do produto.

A Simoldes Plásticos, que liderou o projeto, participou no desenvolvimento do produto e foi o especialista técnico e industrial que definiu a arquitetura do cockpit.